domingo, 20 de maio de 2012

intencional


deixando de lado as boas intenções
as palavras fugiram correndo
medo e doses amargas de sufoco
descendo gargantas e suspiros
o mundo escapou entre os dedos
frios dedos solitários
sem nenhum enfeite
fossem as unhas
a resposta para as noites mal dormidas
tossindo e cantando marchas de carnaval
a banda não toca mais
migalhas saciam as aves


- o tempo passa


cansaram de restos
farelos e nada demais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget