segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

lâmpadas incandecentes, fluorescentes e leds

ainda assim temeria a escuridão
carregando nos bolsos
um último fósforo
arriscaria antes do tempo previsto
não era pedir demais
era tentar uma segunda vez
e verificar os resultados obtidos
não teria nada a perder
somente os espelhos e padrões
e ainda assim voltar para casa
...
tentar dormir um pouco
talvez não o bastante
queria o que fosse demais
fotossínteses e descobertas
tudo que fosse suficiente
o necessário e mais um bocado
um pouco de sangue e luzes fluorescentes
um amor qualquer num guardanapo amassado
cigarros e gargantas arranhadas
dentes amarelados
um trago de vodca barata
sexo e um grupo de terapia
a estrada mais curta e o chão molhado de suor
queria o cheiro do mijo e das ratazanas
sorrisos e lugares apertados
banheiros químicos
tudo no lugar certo
de onde ficava observando os pássaros
os passos apressados de quem deseja morrer
dos pulsos cortados
da luz apagada
dormir mais cedo sem ajuda de remédios
não tinha nada a perder
só os padrões e pontos de referência
os atalhos e colchões infláveis
as vozes e bocas carnudas
e todas as vezes em que foi devorado

diálogo racional sobre o comportamento humano

- o que falta para você mudar de vida cara?
- por que eu iria querer mudar alguma coisa?
- todo mundo quer mudar alguma coisa.
- as pessoas mudam os móveis de lugar, o cabelo...
- eu mudaria de vida...
- o que você mudaria?
- o emprego. mudaria de cidade. odeio essa merda que fede a mijo.
- mijo não é nada demais.
- claro que é.
- foda-se o mijo...
...
- do que a gente estava falando ?
- de alguma coisa sobre a vida.
- grandes merdas.
- você já pensou em fazer alguma coisa útil?
- que tipo de coisa?
- dirigir um filme ou uma faculdade de alguma coisa relacionada a humanas...
- e você ainda fala em fazer algo útil...
- então...
- onde já se viu, filme e faculdade de humanas ser útil pra alguma merda.
- claro que são!
- porra... filme só serve pra encher a cabeça dos outros com histórias sem pé nem cabeça. um monte de bosta... e faculdade de humanas só serve pra formar pessoas que acham que servem pra alguma coisa.
- e quem serve pra alguma coisa?
- físicos.
- por que, físicos?
- o que seria da humanidade se não soubéssemos que existe uma partícula que volta no tempo e os caralhos?
- tem uma porra dessas?
- acho que tem.
- melhor do que diretor de cinema.
- muito mais foda.
- mais foda que sociólogo, essas porras.
- agora só falta tu me dizer que pedagogo é alguma coisa?
- claro que não!
- que bom.
- pedagogia é uma merda.
- outros que acham que servem pra alguma coisa.
- todo mundo acha que é mais fodão que os outros.
- por que não os pedagogos?

céu de queijo derretido

Era tempo pouco necessário
em que causaria efeito
e os olhos saltam
as pontas dos dedos
tocam os anéis de saturno
soturnamente dormente
o céu alaranjado escorre
esbanjando luzes
vozes e medos indesejáveis
todos os segredos amáveis
desceram pelo ralo
Ocorreu um erro neste gadget