segunda-feira, 12 de setembro de 2011

palavras

passos pequenos mãos dadas
direção contrária em certos lamentos
amamos fracos em peito fechado
o corpo resguarda o veneno 
sofrimento pouco universo interno
chagas entalhadas em sílabas frágeis
poucas palavras de remorso esmero
calamos boca a boca a mágoa
volta a vezes em desespero
casa que abrigo não foste antes
sigamos embora a hora outra
já tarde calamos as frases tortas
erro ao dizer ausente de certeza
amo-te hoje ainda um pouco

Um comentário:

  1. Muito bom!!!
    Me parece como que uma das formas mais verdadeiras de amor humano... no fim tão desumano... e acho que quase egoísta.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget