segunda-feira, 10 de setembro de 2012

olhos esbugalhados


o faz de conta a falta de vontade
a verdade mascarada em pequenos detalhes
luxuria que esconde em ódio e vingança
vingar as lágrimas e linhas tortas
a beleza que se foi e perdeu o rumo
mandou flores no dia seguinte
onde sobraram as horas perdidas
o estomago vazio e a boca cheia de orgulho
segurando gofo entre os dentes
e se acreditasse em destino
o que faria por aqui?

nada disso saberia dizer ao certo
os ventos gelados em nossas narinas
acreditariam em qualquer respirar
as mãos tocassem as mãos e não dizer adeus
mas sei que temos razão para partir
motivos de se estar por esse lado de cá
onde estão todos os outros olhares?

faz de conta e reconta carneiros mortos
suas cabeças penduradas a sangrar
e ainda assim o não dormir
aqueles olhos esbugalhados
sonhar dói demais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget