segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

endorfina

nego colo
afago transparente
inviável
desconhecido
níveis diferentes
endorfina
somos poucos os restos
sobraram flácidos
relentos
calados
sofridos
em esquecimento
e pudor








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget