sábado, 17 de dezembro de 2011

espinhos

em passos miúdos seguimos direção contrária revoltamos fragilidades em pecados insignificantes achamos de nós em pedaços recortes gravados em memória ajustes simbólicos de caráter vezes outras diferentes destrinchamos até ossos pouco dos restos migalhas espalhadas cuidadosamente caminho nosso torto sinuoso e espinhos devagar vagando devagando incertezas eu volto e deixo para trás estórias mal contadas descaradamente imprecisas mentiras descartáveis ainda assim volto quantas vezes necessário volto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget