quarta-feira, 7 de março de 2012

letargia

insaciável insônia 
em lugares aproximados 
visões do futuro 
turvas feito água de barro 
e molduras detalhadas 
mãos que afagam e pecam 
flores e cheiros e tragos 
abrigados em sensações 
anestesiadas 
confortados em cama 
lençóis e aparatos delicados 
nos sonhos impermeabilizados 
guiando-se em feixes fluorescentes 
prazeres materiais 
sintéticos e vibrantes 
desencadeando energia vital 
átomos e membranas 
das verdades que enganam 
amansam em colo e ternura 
a quem nunca sonhou acordado





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget