quinta-feira, 22 de março de 2012

saco de papel

embrulhada para viagem
correria de nervos peculiaridades
tormento que acalma e ri
de rostos colados
em eterno regozijo
deleitando-se em sonhos
sonhos poéticos
de carne e sensações extra pessoais
a virtude da ansiedade
arde aos filamentos
dentro de cada recanto
átrios e ventrículos
a sintonias
encaixes talhados
em perfeição
com os pedaços de felicidade
espalhados pelo caminho
guiaram-me direto a teu sorriso


Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget