sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

cortinas abaixadas

perdemos as linhas rabiscos escadas
não somos protagonistas
de nenhum conto de fadas
vivemos debaixo dos olhares silenciosos
nos alimentando do barulho
das cortinas abaixadas
sabemos demais do mundo
vimos as luzes e elas se foram
o tempo não perdoa ninguém

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget