sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

o apocalipse

estamos todos doentes
não temos comprimidos
nenhum xarope para tosse
a salvação está nos dedos dos outros
enquanto nossos cérebros
escorrem pelas nossas narinas
suspiramos ar envenenado
tememos um deus
e um punhado de barro
temos curativos 
e nenhuma sorte
tivemos um pouco de sorte
e vendemos em troca de conforto
nosso sossego é mercúrio
bebemos direto da fonte
todas as gotas da água estagnada
realmente não temos para onde ir
apenas alguns travesseiros
e um bocado de sorte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget